A doença de Crohn é uma doença inflamatória intestinal séria do trato gastrointestinal. Ela afeta com maior frequência a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon)., mas pode afetar todo o sistema digestivo e seu diagnóstico não é tão simples.

Essa doença pode ser um fator de risco para o desenvolvimento do câncer no intestino e habitualmente pode causar diarreia, cólica abdominal, febre e sangramento retal.

Para cada região que a doença de Crohn afeta, existem nomenclaturas específicas. Por exemplo, ileite, enterite regional ou colite, entre outras. Porém, para reduzir a confusão, o termo doença de Crohn é usado para identificar a doença em qualquer região do corpo afetada (íleo, cólon, reto, ânus, estômago, duodeno, etc.).

Inflamação intestinalSintomas da Doença de Crohn

A doença de Crohn é crônica e sua causa é desconhecida. Os medicamentos disponíveis atualmente reduzem e controlam a inflamação e os sintomas, mas não curam a doença. Porém a doença de padrão de recorrência com fase ativa e fase de remissão.

Como falamos, a causa real da doença é desconhecida, mas acredita-se que possa ser decorrente de uma desregulação do sistema imunológico, que afeta as defesas do nosso organismo. Fatores genéticos, ambientais, microbiota intestinal, dietéticos ou infecciosos também estão envolvidos no desencadeamento da doença.

Na doença de Crohn pode haver maior dificuldade para absorção de nutrientes, podendo causar fraqueza, além de dores na região inferior do abdome, diarreia, perda de peso e febre.

Se a síndrome já estiver mais avançada, pode causar dores articulares, aftas, inflamação dos olhos, lesões na pele, nódulos dolorosos e avermelhados, pedras nos rins ou vesícula biliar.

Sabe-se que a doença de Crohn têm comportamentos parecidos com a retocolite ulcerativa e às vezes é difícil diferenciar uma condição da outra. Inclusive, ambas as doenças são categorizadas como doença inflamatória intestinal (DII).

Na doença de Crohn, todas as camadas estão envolvidas, alguns segmentos do intestino podem estar saudáveis e outros segmentos doentes. Porém, na retocolite ulcerativa, apenas a mucosa do reto e cólon é afetada, e de modo contínuo.

Proctologista em BH Doença Inflamatória Intestinal

Atualmente não existe um exame específico que determine se o paciente tem ou não a doença de Crohn, e como os sintomas se assemelham aos de outras doenças infecciosas do intestino, a avaliação clínica do médico especialista é fundamental, se fazendo necessária uma análise do histórico do paciente, exames físicos e de sangue.

Para localizar áreas afetadas pela doença é necessário realizar exames de imagem como ressonância magnética, endoscopia digestiva, colonoscopia, tomografia e raios X do trânsito intestinal.

Como falamos, a doença de Crohn ainda não tem as causas totalmente esclarecidas, no entanto acredita-se que alguns fatores podem influenciar no seu aparecimento:

  • Fatores genéticos – pode estar presente em pessoas que têm algum parente próximo com a doença.
  • Alterações do sistema imunológico – resposta exagerada do organismo durante alguma infecção, provocando um ataque às células do sistema digestivo.
  • Alterações na microbiota intestinal – desequilíbrio na quantidade de bactérias presentes no intestino.
  • Tabagismo – a nicotina, monóxido de carbono e radicais livres presentes no cigarro podem aumentar o risco de desenvolver a doença ou contribuir para aumentar as crises da doença de Crohn.

Como modo preventivo, é importante ter uma alimentação saudável balanceada, evitar comidas gordurosas de origem animal e incluir mais alimentos ricos em fibra. Praticar atividades físicas regularmente e não fumar são hábitos que ajudam no controle da doença.

Quer saber mais sobre doença inflamatória intestinal, sintomas da doença de Crohn, inflamação intestinal e proctologista em BH? Entre em nosso blog.